Insensibilidade afetiva do carioca é resultante da facilidade em conquistar pessoas

Os mais sábios costumam dizer que o segredo para se aprender a amar é não ser amado. Quando se e desprezado, a gente entende o que é magoa e compreendemos o outro lado, desenvolvendo a capacidade de afeto em nossa personalidade que resultará no altruísmo.

Quando tudo é fácil, não costumamos dar bola. Imagine uma região onde a maioria das pessoas são estigmatizadas como bonitas e onde existem muitas pessoas com posses,ostentando uma vida que senão luxuosa, parece ser bem confortável.

Esse é o povo da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Um povo que de certa forma é acostumado com facilidades e que parece simpático - desde que cumpra os deveres e exigências sociais - conquistando amigos e lideranças com relativa facilidade.

Por ser fácil, os cariocas se acostumaram a ser insensíveis. O romantismo no Rio de Janeiro está em baixa e quando supostamente aparece, não vai além de algo estereotipado, meramente aparente. Cariocas são pessoas difíceis de serem conquistadas na contramão de poderem conquistarem os outros com considerável facilidade. 

O elitismo (defesa dos interesses dos mais ricos), somado a essa facilidade, transformou os cariocas em amigos desconfiados e altamente burocráticos. São muito exigentes na hora de fazer novas amizades e fazem questão que as regras sociais sejam rigorosamente cumpridas. Pessoas que divergem dos cariocas em algum ponto, mesmo tendo razão, sofrem preconceito e correm grande risco de serem excluídas do convívio social e dos benefícios que este convívio poderia oferecer.

Cariocas são muito chatos para se conquistar. Você tem que ter algum ponto em comum para fazer um amigo aqui, pois cariocas não valorizam as pessoas por afeto e sim pelos interesses, sejam financeiros ou não.  Gostar das mesmas coisas é um dos fatores que favorecem as amizades no Rio de Janeiro.

Mas a explicação é essa mesmo: facilidades relativas na vida. Com muitas pessoas relativamente prósperas em dinheiro e em amizades, as mesmas não possuem a noção de dificuldades reais e por isso mesmo acabam não se sensibilizando com a dificuldade alheia, sendo atamante burocrático na vida social.

Se você pretende fazer uma nova amizade com algum carioca, eu já vou te avisando: se prepare para enfrentar uma sinuosa corrida de obstáculos, com muitas etapas para enfrentar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo