Zimbio dá sua visão de BRT da Zona Sul para outubro

O portal Zimbio, dos EUA, antecipou o plano de Alexandre Sansão para o sistema de ônibus da Zona Sul e mostra em primeira mão a foto de um ônibus BRT que servirá o Centro para a Zona Sul.

Lembremos que os cidadãos de bem, gente trabalhadora ou mesmo desempregada mas em busca de melhorias de vida, vindos da Zona Norte carioca, será cada vez menos estimulada a pegar a baldeação por ônibus no esquema que será implantado a partir de outubro.

As pessoas não aguentarão pegar ônibus superlotados, sobretudo as empregadas domésticas que trabalham na Zona Sul e que simplesmente correriam o risco de sofrerem assédios sexuais de tarados desocupados que percorrerão esses ônibus. 

Enquanto a gente do bem que vem das comunidades pobres e das populosas favelas terá dificuldades para fazer a baldeação, a minoria "da pesada" que comete assaltos, vandalismo, arrastões e outros delitos não terão o menor problema.

Para eles, tanto faz pegar ônibus com ou sem baldeação, superlotados ou vazios. Eles vão de qualquer jeito, qualquer "parada" para eles é ganho. Se os ônibus estão vazios, eles rendem os passageiros e dão a "limpa" da forma que podem, levando até brinquedo de criança (que eles revenderão no comércio ilegal misturado com as "muambas"). Se eles estão lotados, eles furtam carteiras de quem está em pé e saem de fininho.

A Prefeitura do Rio de Janeiro queria "disciplinar" o acesso das periferias à Zona Sul, mas acaba complicando mais as coisas. No fundo, é de propósito, já que Eduardo Paes, com experiência de subprefeito de bairros ricos, governa como se fosse síndico de prédio de luxo. 

O que ele quer é ver as praias da Zona Sul povoadas apenas de "galegos", só que o projeto de seu protegido Alexandre Sansão é um tiro no pé. Os bandidos e desordeiros, que nunca tiveram medo de fazer rondas em bairros nobres, serão os menos intimidados por esse esquema complicado de mobilidade urbana, que mais parece desmobilidade. Para eles, baldeação não é problema, e eles sabem agir quietinhos para "dar o bote" no momento certo. Até com policiamento. Vide os assaltos que ocorrem com mais frequência sob a sombra de delegacias e UPPs.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político