Até o Íbis admite que Vasco da Gama faz futebol de segundona

O futebol não é a "praia" do nosso blogue, e sabemos que o esporte é o ópio de muitos cariocas, de tal forma que a derrota de um time liberta o torcedor de ser escravo de suas próprias ilusões.

De qualquer forma, temos que ficar comentando sobre futebol, como no caso das derrotas que o Clube de Regatas Vasco da Gama anda sofrendo ultimamente.

O time já sofreu uma goleada de 6 a 0 do gaúcho Internacional e, depois, do Atlético Mineiro, um dos times do G-4 do Campeonato Brasileiro. E aí muita gente desavisada se esqueceu de tudo isso quando o time, que deveria se chamar Eurico Miranda Futebol Clube, ganhou de roubada a Série A do Brasileirão.

Afinal, o timeco já mostrava sua performance da linha Tabajara Futebol Clube na Série B, até que Eurico Miranda, rival mas adepto dos mesmos métodos de administração de Ricardo Teixeira, voltou à presidência do clube e o "Vascão", da noite para o dia, passou a ter vitórias "fáceis demais" para abocanhar de bandeja o grupo de elite do Brasileirão.

Pois até o Íbis, famoso time pernambucano conhecido pelo desempenho desastroso de seus jogadores, a ponto do clube ser considerado o "pior time do mundo", admite que o Vasco da Gama, ou melhor, o Eurico Miranda FC, faz futebol de segundona. 

Bem que muitos avisaram que o Vasco era time de segunda, mesmo quando voltava para a série A, mas sabe como é o carioca, bovino, nem estava aí para tais avisos. Agora o carioca precisa engolir seco e admitir que as "cassandras" que geralmente são ignoradas no Rio de Janeiro tem muita razão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político