Barry MacBurroughs, o "Clássico dos Clássicos"

Ele é o pai dos mullets. O rei das baladas xaroposas. Barry MacBurroughs, o ídolo americano dos anos 70, queria apenas ter uma vida de sossego ao viajar para o Brasil, mas, ao desembarcar no Aeroporto do Galeão, aqui no Rio de Janeiro, ele foi agarrado por multidões ensandecidas, uma delas mostrando um cartaz dizendo "Barry MacBurroughs, o Clássico dos Clássicos".

Conhecido por sua carreira de sucessos como "I'm Gonna Tonight" e "Love Me (Til The End of The Night)", o cantor romântico de barbas espessas e cabelo arrumadinho, influenciado pelo country e ex-integrante do grupo do final dos anos 60, Dark Blue Rangers, queria apenas curtir umas férias no Rio de Janeiro, mas a receptividade inesperada dos fãs já faz seu empresário agendar uma temporada na cidade.

Ele não imaginava a receptividade que os brasileiros tinham à sua música, tocada nas rádios FM de pop adulto. Ele havia saído de negociações fracassadas de turnês no próprio país, inclusive de rejeições até mesmo em estados ultraconservadores como o Alabama e o Texas, que pareciam receptivos para o estilo de música que ele fazia, calcado em Bee Gees e Kenny Rogers (MacBurroughs deve ter ouvido muito "You and I-I-I-I-I-I-I").

Deve ser por causa da "inclinação própria" dos brasileiros, principalmente cariocas, com o hit-parade, sendo os únicos a se lembrar dos esquecidos...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político