Garoto ensina como pegar ônibus para Zona Sul

No Bom Dia Rio de ontem de manhã, um cidadão enviou uma imagem com um menino pendurado no ônibus da linha 474 - a Braso Lisboa castigada pela pintura padronizada e com a 474 sendo ameaçada de ter percurso "ceifado" nos dias úteis - enquanto passava por Copacabana.

O que poucos sabem, porém, é que o menino está apenas prestando um grande serviço de utilidade pública para os cariocas, porque todo mundo passará, a partir de hoje, a viajar pendurado em ônibus.

Com o fim das ligações diretas entre Zona Norte e Zona Sul, os ônibus ficarão lotados e o jeito é viajar pendurado para não perder o horário para ir ao trabalho ou aos estudos.

Com a extinção, no entorno de Madureira, de linhas importantes como 465 Cascadura / Gávea (antiga 755), 676 Méier / Penha, 910 Bananal / Madureira e 952 Penha / Praça Seca, os BRTs da Transcarioca chegam a viajar com as portas abertas de tanta lotação. E os passageiros ainda são vistos como criminosos por impedirem que as portas se fechassem.

Como isso é crime? Crime é o que faz a Secretaria Municipal de Transportes, que fica esquartejando percursos de linhas - algumas sem concorrentes em percurso - embarcando nessa moda de "linhas alimentadoras" que no Rio de Janeiro são feitas sem o menor critério.

Por isso, nada de culpar o garoto aí desta imagem. O que esse menino faz é ensinar os cariocas a viajar de ônibus, depois da extinção da ligação direta Zona Norte X Zona Sul pelos tecnocratas da Prefeitura do Rio de Janeiro. Ontem foi um menino pobre que viajou pendurado em ônibus. A partir de hoje, será qualquer um de nós.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca