Rio de Janeiro se encontra em situação perfeita para ser alvo de ataque terrorista

Um alerta feito por especialistas sobre as Olimpíadas de 2016: há condições perfeitas para que o Rio de Janeiro se tornar alvo de um sério ataque terrorista praticado pelo grupo Estado Islâmico. O grupo terrorista pode estar secretamente organizando um plano para atacar durante as olimpíadas no eio do ano que vem. Convém lembrar que Munique, cidade alemã que organizou as Olimpíadas de 1972 foi alvo de um ataque terrorista bem famoso.

Especialistas alertam que o Brasil não tem tradição de combater este tipo de ataque e citam que o Brasil, sobretudo o Rio de Janeiro, tem características perfeitas para uma vítima desse tipo de ataque:
- O símbolo do RJ é o Cristo Redentor, referência ao Cristianismo;
- A cidade cultua festas com certo fanatismo e é uma das cidades que mais apoia o homossexualismo;
- As autoridades ainda não conseguiram combater os terroristas locais, que são os traficantes e milicianos não dá sinais de que irá combater. Algumas autoridades parecem estar compactuadas com os bandidos;
- Políticos que governam o país, o estado e a cidade estão desacreditados. A falta de credibilidade e a fragilidade política favorecem a vulnerabilidade;
- Apesar de cada vez mais intolerante e odiosa, a sociedade que não confia nos governantes ainda confia nas elites e em seus ícones, além de estarem indispostos a levar a sério os alertas sobre terrorismo;
- A fama dos brasileiros que os brasileiros tem lá fora como povo bobo e que prioriza a diversão.

Ainda não houve nenhum comunicado oficial sobre os possíveis atentados, mas as autoridades alertam sobre os fatores presentes na sociedade que facilitam a vulnerabilidade. Os especialistas aconselham as autoridades a se preocuparem com isso e treinar melhor polícia e forças armadas para agirem diante a possibilidade de ataques extremos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca