Uma tragédia com os mesmos ingredientes

Duas meninas perderam a vida num estúpido acidente que junta os mesmos ingredientes de insegurança e irregularidades.

As vítimas foram Stela Fabíola Mafliny, de 13 anos, e a bebê Bruna Kuhlmann, de apenas quatro meses, abatidas quando o carro colidiu com um poste, na Rua Enaldo dos Santos Araújo, próximo à Rua Silva Vale, em Cavalcânti. As duas estavam num carro que fugia de dois supostos assaltantes que estavam em motos. O grupo acabava de passar a tarde no Parque Madureira. O acidente ocorreu na noite de domingo, quando perdeu a direção na rota de fuga.

Juntem-se os ingredientes de insegurança e irregularidades que sempre aparecem nessas ocasiões, mesmo em separado:

1) Possível presença de assaltantes agindo na Zona Norte do Rio de Janeiro;

2) Motorista (Bruno Moreira Félix, pai de Bruna) sem habilitação para dirigir um carro;

3) O carro, que Bruno alega ter recebido de presente de um amigo, e policiais suspeitam que o veículo era roubado;

4) O veículo rodava em alta velocidade à noite, em vias cheias de buracos e curvas no entorno de bairros da Zona Norte;

5) O carro, um Corsa, tem capacidade para cinco pessoas e estava com oito passageiros.

Se tudo isso tivesse sido evitado, Stela e Bruna estariam vivas, bem de saúde e de volta às suas rotinas. Lamentavelmente, isso não aconteceu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca