Topa Tudo por Dinheiro

Políticos do PMDB carioca resolveram "romper" com Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados que está sendo investigado por corrupção. Vendo que o precioso anel está apertando demais os dedos, resolveram mudar de postura.

Eduardo Paes, Luiz Fernando Pezão, a famiglia Picciani - Jorge Picciani, presidente da ALERJ, Leonardo Picciani, deputado federal que quer retomar a liderança do PMDB na Câmara, e Rafael Picciani, secretário de Transportes da prefeitura carioca - , entre outros, passaram a puxar o saco de Dilma Rousseff, quando antes eles eram potenciais opositores a ela. E Eduardo Paes, político de origem tucana, é o que mais está bajulando a presidenta.

Isso tem uma razão muito simples. Dinheiro. Os políticos do PMDB carioca, que são autoritários e nada progressistas, arrasaram com o Estado do Rio de Janeiro, deixando-o falido, e por isso agora querem puxar o saco da Dilma visando obter verbas federais para "resolver" os estragos que fizeram. E agora se voltam contra seus colegas Michel Temer, vice-presidente da República, e Eduardo Cunha como se Paes e sua turma fossem pessoas boazinhas, contrárias ao surto oposicionista dos dois. O que Paes e sua turma querem é apenas receber mais verbas federais. Só isso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca