A apenas meio ano das Olimpíadas, Engenhão segue sem iluminação

O Engenhão, complexo de lazer esportivo criado para a população da Zona norte do Rio de Janeiro, está revisto como palco de várias modalidades esportivas nos Jogos Olímpicos de 2016. Futebol e varias modalidades de atletismo estão entre as atividades que acontecerão no estádio no meio do ano.

Só que por falta de pagamento, obras e uma confusão que resultou numa troca mútua de responsabilidades (um passa para o outro a responsabilidade corrigir algum erro) o estádio segue sem iluminação e com as obras em ritmo lento. Os problemas seguem sem explicação, mas vem trazendo preocupação aos moradores locais.

E não apenas por causa das Olimpíadas. Criada como principal área de lazer em uma região carente desse tipo de diversão, o Engenhão, ao seguir sem iluminação representa o risco de assaltos e violência nos entornos do estádio. Moradores que tem o habito de correr ao redor do estádio reclamam que a falta de luminosidade no começo da manhã e o final da tarde tem exposto os moradores a este risco.

O Engenhão também sofre com a falta de água, item indispensável para a vida e mais ainda para que pratica esportes. Esta falta também ocorre por falta de pagamento.

Autoridades dizem que vão resolver o problema a tempo, sem dar detalhes. E tudo segue como sempre, com a população sempre levando a pior.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político