Administradores do BRT liberaram roleta que causou choque elétrico em garoto

Não foi por falta de aviso que uma roleta do BRT causou uma grande descarga elétrica que deixou o menino Kaíque Diego de Araújo Cardoso, de apenas quatro anos, em coma.

Funcionários já alertaram para os administradores e os seguranças do consórcio BRT que uma das roletas estava com defeito, causando choque elétrico. Apesar do aviso, os administradores não fecharam o acesso à roleta.

Foi na estação do Mercadão de Madureira. Kaíque e sua família estavam embarcando na estação, para pegar um ônibus BRT, quando o menino, ao passar pela roleta, levou um choque elétrico e depois foi internado em estado grave no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, onde entrou em coma. Segundo o jornal O Dia, o menino já saiu desta condição.

Um guarda chegou a dizer que "foi um choquezinho". A família vai processar o consórcio BRT. A Estação Mercadão, como é conhecida, foi fechada para investigar as causas da falha na roleta. Passageiros que usavam a estação foram avisados para usar as estações vizinhas de Otaviano e Manaceia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político