Recordar é viver: coordenador da "roqueira" Rádio Cidade era astro de FM popularesca

Eu quero tchu, eu quero tchá! Certas coisas no Rio de Janeiro são muito, muito gozadas. A Rádio Cidade, que renega seu passado mas mantém o nome, vai completar 40 anos com uma proposta (muito mal trabalhada, por sinal) diferente da original.

Não bastasse isso, a emissora levanta a bandeira do "rock de verdade" com uma equipe sem qualquer especialização no rock. Ou seja, para que levar a sério uma rádio "do rock de verdade" que não tem gente verdadeiramente envolvida no rock?

Só para se ter uma ideia, o coordenador é um tal de Van Damme. Não, não é o ator belga Jean-Claude Van Damme, mas um radialista que ganhou esse apelido. Na foto do alto, é o que aparece com a camisa pólo vermelha.

Pois o cara é o mesmo que havia sido astro da popularesca Beat 98, hoje extinta, e o cara não tem qualquer especialização no rock, sendo mais um desses "aventureiros" que são pejorativamente chamados, nos bastidores do rádio, de "profissionais do rock". Até parece que foi há muito tempo, mas Van Damme esteve na Beat 98 há poucos meses e saiu um tempinho antes da extinção da emissora.

A única experiência que o radialista Van Damme teve com alguma proximidade com o rock (se é que ele teve alguma experiência com o rock) é através das duplas e cantores de "sertanejo universitário" que ele tocava nos seus áureos tempos de astro da Beat 98. Sabe-se que essas intragáveis duplas, que não sabem a diferença entre uma vaca e uma cabra, de vez em quando fazem pastiches grosseiros de rock.

Rock de Verdade, né? Tamos sabendo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo