Assim que deixar prefeitura, Eduardo Paes irá viver em Nova York

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, avisou que pretende viver em Nova York, depois que deixar o cargo em 2017.

Lá ele, sua mulher e seus filhos irão viver uma vida de conforto, longe dos cariocas que, descontada a "boa sociedade" - que acha tudo bom no Rio de Janeiro, a não ser que falte cerveja, seus celulares sejam roubados ou todos os quatro times cariocas caírem para a Série B do Brasileirão - , está muito revoltada com o político, famoso por sua demagogia, como um Maurício Macri politicamente correto. Para os desavisados, um lembrete: Macri é o atual e prepotente ditador da Argentina, que deve ter aprendido com Paes a arte de rasgar leis, governar com o próprio umbigo e dizer que está atendendo ao interesse público.

Falando em ensino, Eduardo Paes irá ensinar Urbanismo na Universidade de Columbia, na condição de professor convidado. Irá ensinar mal os coitados dos alunos. Deve falar um monte de mentiras e dizer que sua gestão foi bem sucedida e tudo foi um sucesso, e que a Seleção da Alemanha de futebol é a culpada pela crise que assola o Estado do Rio de Janeiro. Vá entender.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político