Parte da ciclovia cai em São Conrado. Pelo menos dois morrem

A ciclovia Tim Maia, situada num trecho da Av. Niemeyer, em São Conrado, havia sido inaugurada há três meses e foi atingida pela ressaca marinha, derrubando um trecho.

Com a queda, pelo menos duas pessoas que estavam no local morreram e outra vítima estaria desaparecida. Até o momento, foi identificado um dos dois mortos encontrados, o engenheiro Eduardo Marinho de Albuquerque, de 54 anos.

A queda mostra o quanto as autoridades permitem que obras sejam feitas de maneira improvisada, sem qualquer estrutura que possa resistir à pressão das ondas do mar. É o espírito desses governantes do Rio de Janeiro, que querem investir pouco na cidade e achar que estão fazendo muito.

O maior medo está no viaduto da Auto-Estrada Lagoa-Barra, onde foram notadas rachaduras em seu entorno. As pessoas devem imaginar que efeito teria a queda de um trecho do viaduto, que traria uma tragédia de grandes proporções. Até agora foi feito um "reparo", que talvez não resolva totalmente o problema.

O risco existe para quem vai da Barra da Tijuca à Zona Sul.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo