Publicitários se revoltam contra protesto de taxistas

Publicitários responsáveis pelos comerciais de automóveis estão revoltadíssimos com o protesto dos taxistas ocorrido ontem, no Rio de Janeiro.

O protesto teve como alvo o Uber, aplicativo usado em serviços de táxi concorrentes aos serviços existentes no Rio de Janeiro.

O protesto causou 125 km de congestionamentos e travou o trânsito nas ruas e viadutos cariocas. Daí a indignação dos publicitários, que com seus comerciais de automóveis que se sobrepõem nos intervalos de televisão, que não admitem concorrência. Só os comerciais de automóveis é que podem causar congestionamentos monstruosos, e não o protesto de taxistas.

Outra reação de indignação foi do prefeito Eduardo Paes, que também não gostou do protesto dos taxistas, apesar de ter tentado proibir o Uber na cidade. É porque ele também sentiu a concorrência, porque somente a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) é que tem que decidir pelos congestionamentos, vide o projeto de redução de ônibus nas ruas, e não os taxistas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político