Vila Olímpica é entregue totalmente precarizada e prefeito solta mais uma asneira

Eduardo Paes é especialista em soltar asneiras. Depois de colocar 50 empresas de ônibus com uma só (feia) farda e dizer que haveria um "ganho estético" no transporte que piorou drasticamente desde então, agora ele vem com mais uma de suas muitas asneiras.

A Vila Olímpica, criada para abrigar os atletas que jogarão nas Olimpíadas e a equipe técnica que os acompanha, foi entregue incompleta, totalmente precária e sem o funcionamento de itens essenciais. A Austrália classificou como inabitável. Olhando não muti longe, a vila lembra bastante os prédios abandonados de Chernobyl, cidade da Ucrânia que foi vitimada pelo acidente nuclear mais famoso da História.

Paes disse, ingenuamente, que quase colocou um canguru para conviver com os atletas, como uma espécie de homenagem. Cara de pau. Representantes da delegação foram diretos: "não queremos cangurus, queremos encanadores".

Várias delegações estão pagando com o próprio bolso o dinheiro para contratar encanadores e pedreiros para dar conta dos problemas nas instalações. Há algumas delas que faltam aparelhos de TV e até rede elétrica. Um caos que só quem esteve na vila sabe como é.

Mais um vexame entre muitos que o Brasil tem que passar por ser metido a querer fazer grades eventos sem ter condições econômicas e intelectuais para isso. Desistir de organizar as Olimpíadas teria sido um caminho mais digno.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Insensibilidade do carioca tem a ver com o consumismo

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca