Pular para o conteúdo principal

Estamos parados a um tempão, apesar do Rio continuar falindo

Estou sem tempo para atualizar este e outros sites. Muita gente pode estranhar o fato deste blog estar parado mesmo com o Rio de Janeiro cada vez pior e mais confuso. Afinal, foram os cariocas que deram o golpe e impuseram se ponto de vista tradicional para criar as reformas.

Estou arrumando um jeito de retomar as postagens pois noto que não falta assunto para colocar aqui. Este site não será extinto agora e assim que conseguir tempo, retomo a postagem deste e de outros blogs de responsabilidade minha.

Peço desculpas pela imensa inércia das postagens e peço que continuem nos acompanhando, pois as postagens retornarão. Obrigado pela paciência e pelo prestígio. Aguarde a volta das postagens.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espírito de Equipe

Recebemos em nosso e-mail uma mensagem de um leitor que pediu para não identificado e que contássemos o seu caso real com nossas palavras, sem reproduzir o seu texto. Obrigado leitor e vamos contar de nossa forma o seu caso, colocando o fictício nome de "João".
"João" é um excelente profissional, cumpridor de seus deveres, que nunca faltou o trabalho por motivo fútil, é pontual e costuma concluir suas tarefas um pouco antes da hora estipulada, tendo fama de adiantar bastante o trabalho da empresa.
Era um dia normal de trabalho. João estava mais uma vez em sua tarefa quando um dos colegas, o mais extrovertido tenta puxar uma conversa, de início simpática, com o colega.
Colega 1: Oi, João, tudo bem? João: Tudo. Colega: Você é um cara legal, trabalhador, gente boa mesmo. mas não sabemos muito de você. Qual é o seu time de futeboll? João: Eu não curto muito futebol. Colega 1: O quê? Não curte futebol? Você está brincando! João: Sério. Eu não sou muito ligado em futebol. Res…

Comemoração por futebol em dia de Golpe mostra infantilidade do povo carioca

Já é consenso da maioria que o dia 31 de agosto de 2016 é um dos dias mais tristes da História brasileira. Já é o pior momento de 2016. Uma democracia conduzida por uma presidente sem culpa é derrubada por um bando de corruptos a serviço de um pequeno grupo de ricaços. Uma atitude que poderá custar as vidas de muitos brasileiros.
Mas os cariocas, em sua maioria elitistas, pareciam felizes com a deposição de Dilma. Desprovidos de altruísmo e de senso de humanidade, pouco estão se lixando se o governo que se instalou através de um golpe irá ou não prejudicar a população brasileira. A elite está tranquila. Caso o prejuízo a alcance, é só entrar em um avião e se mudar para a Europa ou para os EUA. Como os cariocas são o povo mais burro do Brasil na atualidade, o futebol sempre foi e será prioridade máxima para a população local.
É isso mesmo. Esta mesma elite, junto com a classe média e alguns pobres que a apoiaram, estavam todos, na noite do mesmo fatídico dia 31 preocupados com "c…

Prisão de Cunha é etapa de um jogo político

Ontem, a notícia que mais repercutiu foi a prisão preventiva do ex-deputado carioca Eduardo Cunha, responsável pelo ato conhecido como "impeachment" da presidente Dilma Rousseff, num processo estranho onde não houve provas mas muita - e subjetiva - convicção. 
Era na verdade um processo para tirar do poder políticos compromissados com as causas sociais e colocar no lugar verdadeiros serviçais das elites, sob ordens e apoio de instituições norte-americanas, receosas de ver o Brasil como potência no continente.
Cunha foi preso de forma tranquila, sem o estardalhaço habitualmente reservado para os odiados esquerdistas. Afinal, para as elites e a sociedade que as apoia, Cunha é somente um corrupto, não um bandido, no sentido literal do termo. Analfabetos políticos adoram inverter os sentidos de socialistas e capitalistas, livrando direitistas de serem alvo de violento rancor.
Por ter cumprido a sua função, Cunha não interessa mais a direita. Sua prisão não trará prejuízos para …