Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

A Lava Jato destruiu o Rio de Janeiro

Imagem
OBS: O Rio de Janeiro, por ser o estado mais influente no Brasil e sede de importantes indústrias e estado da capita cultural do Brasil, virou lugar estratégico para que as forças plutocráticas ponham suas garras e utilizem o estado como ponto de partida para a destruição total do Brasil, prestes a ser um quintal de exploração para poderosas corporações sediadas no "primeiro Mundo".

Por isso que há tanto empenho em destruir o estado, a começar pelo emburrecimento da população, que adora ler mentiras no jornal e na TV e põe o futebol como prioridade máxima (a ponto de torná-lo regra de etiqueta social), para que todo o foco seja desviado e atrocidades possam ocorrer de forma "tranquila", com a morte constante de pobres e o fim gradual de todas as empresas e autarquias que ajudaram a desenvolver o estado, além da eliminação de direitos, garantida pelas leis cruéis recentemente aprovadas.

O texto abaixo, bastante sensato, foi enviado por um internauta ao site Convers…

Miguel do Rosario toma posição surpreendentemente sensata diante de caso da Alerj

Imagem
O jornalista Miguel do Rosario, um dos melhores profissionais da área na atualidade e responsável pelo excelente blog O Cafezinho, fez um comentário sobre a prisão de políticos envolvidos em esquema de corrupção no Rio de Janeiro e que foram soltos pela Alerj pouco depois, o que causou imensa polêmica. 
Miguel explica a polêmica de forma sensata e que merece ser ouvida. Até porque mesmo a extensão carioca da Lava Jato também desperta suspeitas de ser na verdade um esquema para consolidar as medidas do golpe, punindo apenas quem age contra as medidas tomadas por Temer & CIA, que agem sob encomenda de instituições e de gigantescas corporações, todas ligadas ao governo estadunidense.

Euforia com Fla-Flu mostra que cariocas não estão nem aí com perda de direitos e de qualidade de vida

Imagem
O golpe de 2016 foi um dos mais fáceis a serem dados no mundo. O emburrecimento da população, sempre submissa a mídia e a convenções sociais mostrou que além da indisposição a racionalidade (embora todos adorem ser chamados de inteligentes), a população não sabe estabelecer prioridades.
Numa época difícil, onde o golpe de 2016 começa a ser pago com perda da soberania, de riquezas e de direitos, a velha mania infantil de priorizar um lazer que não traz benefícios concretos retoma a sua força. Pelo jeito uma taça em uma distante estante em uma sede de um clube de futebol é muito mais importante do que ter dignidade e direitos.
Ontem, uma verdadeira gritaria se tornou praticamente uníssona em toda a região metropolitana do Rio de Janeiro, com o "clássico" do futebol entre os dois times mais populares do estado, Flamengo e Fluminense. Uma euforia nunca vista em eventos políticos - ocorridos somente quando a Rede Globo manda - estourou por causa de um simples jogo de futebol.
Ac…